Indicadores de processos internos: conheça os 4 principais e saiba mensurar

Soluções de gerenciamento de processos de negócio BPM

Indicadores de processos internos: conheça os 4 principais e saiba mensurar

indicadores de processos internos

Para aumentar a performance do negócio, otimizar resultados e se destacar no mercado, as empresas precisam contar com indicadores de processos internos. Desta forma, é possível acompanhar e mensurar os desempenhos das operações e verificar se elas estão cumprindo com seus objetivos.

Com isso, fica clara a importância de estabelecer os indicadores de processos internos adequados para sua empresa e observá-los com atenção. Assim, com as informações adquiridas por meio deles, fica mais fácil tomar decisões para promover melhorias constantes.

Leia também: O que é melhoria contínua dos processos e como adotar?

Quais os benefícios de usar os indicadores de processos internos?

Além da possibilidade de ganhar eficiência operacional, melhorar os processos e obter maior competitividade, os gestores podem alcançar inúmeras vantagens ao mapear os indicadores. Veja as principais:

Disponibilidade de informação: os indicadores garantem dados acessíveis e visíveis sobre cada processo realizado por seus colaboradores nos diversos setores e até mesmo nas diferentes unidades.

Painéis detalhados: com a maior visibilidade das informações, é possível criar relatórios e painéis detalhados mostrando os indicadores de processos internos e os resultados alcançados.

Melhor compreensão das operações: com as informações mensuradas e analisadas, é possível entender de forma mais rápida e ampla como andam as atividades e os fluxos de operação, identificando gargalos e potenciais de melhoria.

Aumento da eficiência dos processos: imagine só os resultados de superar possíveis gargalos e dificuldades nas operações. Certamente, isso se traduzirá em maior eficiência da capacidade da equipe e redução de custo.

Maior exatidão na tomada de decisão: este cenário é tudo que os gestores e líderes precisam para analisar a performance coletiva e individual em cada departamento da empresa e em cada unidade de negócio. Desse modo, é possível tomar decisões mais embasadas e guiadas por informações reais e não apenas por achismos.

Saiba mais: O que são e como calcular indicadores de desempenho de uma empresa de múltiplas unidades?

Indicadores de processos x indicadores estratégicos

Uma questão importante de entender aqui também diz respeito à diferença entre os indicadores de processos internos, ou indicadores de desempenho de processos, e os chamados KPIs, ou indicadores-chave de performance, que são relacionados ao aspecto estratégico.

Os primeiros, referentes aos processos, mostram como as tarefas, demandas e operações são realizadas, medindo o desempenho dessas atividades e se as equipes estão atingindo os objetivos operacionais.

Já o segundo tipo que tem a ver com a estratégia revela dados e resultados sobre a performance do negócio, como por exemplo, números de vendas, lucratividade, faturamento e competitividade.

Mas e quais são os principais indicadores de processos internos?

Agora, confira os principais indicadores de processos internos que você deve monitorar na sua empresa.

1. Indicadores de capacidade

São números relacionados à capacidade de um processo dentro de um intervalo de tempo, como por exemplo, o cálculo da quantidade de produtos e/ou serviços em determinado prazo. Alguns desses indicadores podem ser:

  • Quantidade de itens produzidos por hora, dia, semana e mês;
  • Número total de atendimentos por dia;
  • Quantidade de clientes visitados por semana;
  • Entre outros.

2. Indicadores de produtividade

Estes indicadores podem ser parecidos com os anteriores, mas se referem à realidade da operação frente à capacidade operacional. Com isso, é possível observar o uso dos recursos da empresa e as entregas realizadas. Alguns itens aqui podem ser:

  • Quantidade de itens fabricados por cada colaborador, por hora;
  • Número de atendimentos efetuados por funcionários, por dia.

Desse modo, os gestores podem avaliar a produtividade da operação e verificar problemas que impedem atingir a plena capacidade.

3. Indicadores de qualidade

São indicadores que monitoram a qualidade dos processos realizados, seja na fabricação de produtos ou realização de serviços, e apontam desvios ou falhas nessas entregas.

Com isso, é possível calcular a relação entre a quantidade total de operações e dos problemas encontrados, como defeitos em mercadorias, nível de avarias, índice de itens fora do padrão e atrasos em serviços, por exemplo.

4. Indicadores de eficiência

A eficiência também está associada à capacidade e à produtividade, já que é um indicativo de como produzir mais, utilizando menos recursos. Ou seja, na prática, quanto mais produtiva for uma equipe, mais eficiente ela também será. No entanto, se houver muito desperdício de recursos e retrabalho, a eficiência vai cair e a produção será impactada.

Como mensurar os indicadores de processos internos

Após conhecer os principais indicadores de processos internos, você, certamente, quer saber como fazer para mensurá-los, certo? E usando tecnologias, como a plataforma BPM, você consegue fazer todo esse monitoramento e gerenciamento de processos.

A Blue Service oferece uma Plataforma BPM completa, que possibilita o acompanhamento dos indicadores que você desejar, com painéis e relatórios ultrapersonalizados.

Assim, com a Blue Service BPM Platform, você pode configurar os indicadores para acompanhar na sua empresa, obtendo informações de determinada área ou dos processos. Com isso, é possível fazer o acompanhamento do desempenho do seu time, comparação de resultados e extração de insights.

Quer saber mais detalhes? Solicite uma demonstração gratuita agora mesmo!